Coluna: Leio Sim | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Coluna: Leio Sim

Coluna: Leio Sim

Descobrimento

Se foi tão nobre a invenção do barco que leva de um lugar a outro as riquezas e os prazeres da vida e comunica entre si as regiões mais distantes para que compartilhem seus diversos produtos, muito mais deve-se exaltar aos livros que, como os navios, atravessam os extensos mares do tempo e permitem aos homens participar da sabedoria, das luzes e dos descobrimentos das idades mais remotas.

Francis Bacon

 

Isto Não É Um Livro, Keri Smith

ISTO_NAO__UM_LIVRO_1427319355441256SK1427319355B

Quem não se lembra do sucesso de Destrua Este Diário? Eu participei da Turnê Intrínseca, no Praia de Belas, em Porto Alegre, no ano passado, e a palestrante disse “se eu soubesse que vocês gostavam tanto de destruir um livro, tinha lançado esse antes”. Foi realmente um sucesso. Depois disso, Keri Smith lançou o Termine Este Livro, que tem um funcionamento parecido com Destrua Este Diário, ou seja, é o leitor quem constrói a história e cria um novo livro. Agora com Isto Não É um Livro não seria diferente. A autora enxerga o livro como algo que pode ser várias coisas: uma mensagem secreta, um aparelho de gravação, um instrumento musical, tudo depende da maneira como lidamos com ele. Neste novo projeto, Keri surpreende os leitores com inúmeras situações inusitadas que os farão questionar o que de fato é um livro. Plantar ideias, transformar páginas, viajar no tempo, desafiar-se — os convites a interagir e interferir no conteúdo são os mais diversos e improváveis, numa aventura de criação que atiça a curiosidade e bagunça os paradigmas do que são e para que servem os livros que lemos. Se você gosta desse tipo de livro que tem interação, esse é uma boa pedida. Todos esses livros da Keri Smith são ótimos para presente também, até mesmo para quem não gosta de ler ou não tem o costume.

 

Daisy Está na Cidade, Rachel Gibson

DAISY_ESTA_NA_CIDADE_1425490785439001SK1425490785B

Eu gosto muito dos livros de Rachel Gibson, então sempre que ela lança um livro novo eu fico na expectativa, querendo saber se a história será boa ou não. Essa não me decepcionou, recomendo para quem quiser uma história leve e divertida para passar o tempo. Daisy Lee Monroe está de volta a Lovett, Texas, e depois de muitos anos descobriu que pouca coisa mudou. Sua irmã continua uma louca e sua mãe ainda tem flamingos de plástico rosa no quintal. E Jackson Lamott Parrish, o bad boy que ela havia deixado para trás, ainda é tão sexy quanto antes. Ela gostaria de poder evitar este homem em particular, mas ela não pode. Daisy tem algo a dizer para Jackson, e ela não vai a lugar nenhum até que ele escute. Jackson aprendeu a lição sobre Daisy da maneira mais difícil, e agora a única palavra que ele está interessado em ouvir dos lábios vermelhos de Daisy é um adeus. Mas ela está surgindo em toda parte, e ele não acredita em coincidência. Parece que a única maneira de mantê-la quieta é com a boca, mas beijar Daisy já foi sua ruína no passado. Ele é forte o suficiente para resistir a ela agora? Forte o suficiente para vê-la sair da sua vida novamente? Ele é forte o suficiente para fazê-la ficar?