Sábado é dia de levar os pequenos para tomar a gotinha | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Sábado é dia de levar os pequenos para tomar a gotinha

Sábado é dia de levar os pequenos para tomar a gotinha

A Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite começa neste sábado, 15, e segue até 31 de agosto em todo o país. Além da vacina contra pólio, a campanha também inclui as outras vacinas previstas para crianças de 0 a 5 anos no calendário de vacinação básico que consta na caderneta de vacina das crianças.

Devem ser vacinadas contra pólio crianças com idade entre 6 meses e 5 anos incompletos. A poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, é uma doença provocada por vírus que afeta o sistema nervoso e pode levar à paralisia irreversível dos membros.

Em Cachoeirinha, conforme dados da Secretaria de Saúde, 7.383 crianças estão na idade de receber a vacina. “A meta é vacinar 95% das crianças que estão na idade de receber a imunização”, falou Tatiana Tavares, responsável pelo setor de imunização do município. Tatiana ressalta que todos os postos de saúde de cachoeirinha farão a vacina do dia 15 ao dia 31. “O dia D é sábado, mas os postos terão a vacina até o final do mês, inclusive as que estão em atraso na carteira de vacinação”, concluiu Tatiana.

Brasil

Atualmente, o Brasil está livre da doença, faz 26 anos que o país não registra casos de paralisia infantil. Mesmo assim, segundo a Organização Mundial da Saúde, nove países registraram casos da doença nos últimos dois anos. Em três países, Nigéria, Paquistão e Afeganistão, a poliomielite é endêmica.

Segundo a OMS, a vacinação é fundamental para manter o vírus fora do país, segundo o Ministério da Saúde.

Assim como em Cachoeirinha,  as crianças que forem se vacinar contra pólio poderão receber outras vacinas para atualizar suas cadernetas de vacinação, entre elas a vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba e é destinada a crianças com idade entre 1 e 5 anos incompletos.

Postos de vacinação fixos e móveis em todo o país estarão disponíveis para aplicar as doses.

Foto: Camila Domingues/Arquivo/Palácio Piratini