Gripe: Cachoeirinha atinge metade da meta | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Gripe: Cachoeirinha atinge metade da meta

Gripe: Cachoeirinha atinge metade da meta

por Dijair Brilhantes

Na tarde de ontem, o casal Horácio Alves dos Santos, 84 anos, e Nelcinda Scheffer dos Santos, 80 anos, foram até a Unidade Básica de Saúde Décio Martins Costa, no Bairro Vila Eunice, cumprir o ritual que costuma fazer a mais de dez anos, vacinar-se contra o vírus da gripe. “Antes de começar a me vacinar eu tinha gripes muito fortes e até baixava o hospital, hoje eu pego no máximo um resfriado”, conta Nelcinda.  O mesmo ocorre com o esposo Horácio, que também vê com bons olhos a campanha de vacinação. “Eu dificilmente me engripava, hoje é quase impossível” comemora Horácio.

O casal Horácio Alves dos Santos e Nelcinda Scheffer dos Santos foi até a Unidade Básica de Saúde cumprir o ritual que costuma fazer a mais de uma década, vacinar-se contra o vírus da gripe

O casal Horácio Alves dos Santos e Nelcinda Scheffer dos Santos foi até a Unidade Básica de Saúde cumprir o ritual que costuma fazer a mais de uma década, vacinar-se contra o vírus da gripe (Fotos: Dijair Brilhantes)

Quinze dias após o início da campanha de vacinação contra a gripe, Cachoeirinha atingiu mais da metade da meta estipulada pala Secretaria da Saúde do Estado. Conforme Tatiane Tavares, responsável pelas vacinas no município, 48% por cento da população já está imunizada.

O município tem como objetivo vacinar 80% dos 34.649 moradores que estão no grupo de risco.

Sábado foi o dia D

A abertura do Dia Nacional de Mobilização da Campanha de Vacinação contra a Gripe ocorreu na manhã do último sábado, na Usina do Gasômetro, em Porto Alegre e foi marcada pelo incentivo à imunização e uma homenagem ao Dia das Mães, comemorado no domingo. Para assinalar o lançamento do Dia D, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, vacinou Angela Charrua, que representou triplamente os grupos prioritários da campanha: indígena, gestante e agente de Saúde. Por sua vez, o secretário da Saúde do Estado, João Gabbardo do Reis, aplicou a vacina no ministro, que, como profissional de saúde, integra um dos grupos prioritários. O ato foi prestigiado pelo governador José Ivo Sartori.

Chioro falou que sua presença no Dia D no Rio Grande do Sul é o reconhecimento pela iniciativa do Estado que antecipou a imunização contra gripe em função das características climáticas. O ministro assegurou que não vão faltar vacinas e ressaltou que a logística, desde a compra até a aplicação, conta com a participação das esferas federal, estadual e municipal.

A importância da imunização

O secretário Gabbardo agradeceu a decisão do ministro em prestigiar o Dia D no Rio Grande do Sul. Informou que o Estado já imunizou, na primeira semana, um terço da população-alvo de cerca de 3,5 milhões de pessoas. Gabbardo agradeceu ainda ao empenho dos 497 secretários municipais de Saúde e dos funcionários das Unidades Básicas de Saúde. Destacou também a importância da vacinação em gestantes, que além de imunizar a mãe, assegura proteção aos bebês nos seis primeiros meses de vida.

Também estiverem presentes na abertura a secretária extraordinária de Políticas Sociais, Maria Helena Sartori, o vice-prefeito da Capital, Sebastião Melo, o presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde, Marcelo Bósio, a representante do Conselho Municipal da Saúde de Porto Alegre, Djanira Correa, a cacique Acuab Charrua, a superintendente do Grupo Hospitalar Conceição, Sandra Fagundes, e o secretário da Saúde da Capital, Fernando Ritter.

Em Cachoeirinha o sábado foi de pouco movimento nos postos de saúde do município. “Sábado o movimento foi fraco, esperávamos bem mais, apenas os idosos compareceram no posto”, falou Sandra Mendes, coordenadora da Unidade de Saúde Décio Martins Rosa.