Feirantes aguardam movimento na Feira do Peixe | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Feirantes aguardam movimento na Feira do Peixe

Feirantes aguardam movimento na Feira do Peixe

Iniciou nesta semana a 15ª Edição da Feira do Peixe de Cachoeirinha. No local, o público poderá conferir e adquirir o produto, amanhã e quinta-feira, no horário das 8h às  20 horas e na sexta-feira até às 12 horas. A previsão é atender, a exemplo de outros anos um grande público durante os quatro dias do evento.

Jonatan da Silva, um dos feirantes, participa da feira há 15 anos e conta que o movimento deve aumentar nos próximos dias. “Por enquanto está devagar, a gente espera muito mais. De quarta a sexta é para decolar”, acredita.

O local é um investimento próprio e nos últimos anos tem valido a pena. “O que mais sai é a tainha, que está entre R$ 15,90 e R$17,90. Também temos filés e outros peixes inteiros”, salienta.

Há 10 anos participando da feira, Jorge Lopes, da Silpesca, também está guardando pelos próximos dias para que o movimento aumente. Além disso, o feirante reclama da falta de estrutura oferecida pela prefeitura. “O prefeito cortou muita coisa, não colocou os estandes, só dá a luz e os guardas, não temos nem banheiro. Nós que pagamos pela estrutura. Eu investi 3 mil reais”, conta.

Ele afirma que no último ano ele não ficou no prejuízo, mas as vedas não foram muito boas. “A gente já arranca com dívidas, os próximos dias precisam pagar esse investimento”, diz. Jorge acrescenta ainda que eles tentaram negociar com a prefeitura, mas que o poder público alegou que era muito investimento. A tainha também é o produto mais comprado, junto com o filé. Os preços variam de R$ 16 a R$ 18.

A Feira – que está em sua décima quinta edição – coincide com a Semana Santa e, representa uma oportunidade de aquisição de pescados a preços convidativos. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo Luis Carlos Müller  a expectativa é a comercialização de 20 toneladas de peixes. “O pescado será comercializado a preços competitivos, com uma grande variedade e qualidade. Vale a pena conferir!”, enfatiza Müller.