Diversão no retorno às aulas | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Diversão no retorno às aulas

Diversão no retorno às aulas

por Caroline Weigel

Ontem, 25, cerca de 9 mil alunos retornaram as aulas na rede municipal de Cachoeirinha. Diversas escolas organizaram atividades para os pequenos, como a EMEF Papa João XXIII, que no início do turno recebeu os pais e alunos e falou sobre a dinâmica escolar e na hora do recreio organizou atividades recreativas junto com os professores e alunos, como dança das cadeiras, bambolê, fla-flu, Uno! e muitas outras atividades.

Para Maria Eduarda da Luz, de 9 anos, o retorno às aulas foi muito legal. A aluna do 4º ano matou a saudade das coleguinhas Maria Eduarda Montenegro, 9 anos, e Daniela Mendes, 9 anos. Mas as meninas, durante as férias, conversavam: “A gente se falava pelo whats”, conta Maria Eduarda. Quando perguntadas sobre sua matéria preferida, as três são unânimes: “Matemática!”, respondem.

Quem estava adorando também o primeiro dia de aula era Sabrin Fuad Mohammed, 9 anos, junto com as amigas Yasmin Gusmão Serrartt, 8 anos, e Julia Severino Quadros, 9 anos. “Escutamos história, já aprendemos muitas coisas. Tá sendo muito legal”, diz Sabrin. As amigas contavam que sentiram falta uma das outras e também da matéria preferida, que mais uma vez é matemática.

FOTO 3

As irmãs Eduarda e Bruna da Silva Costa, de 10 anos, ainda não conseguiram colocar todo o assunto em dia com as amigas Thaiely Vargas da Silva, 10 anos, e Kaylanni Pedroso Ribeiro, 10 anos. “O primeiro dia foi muito legal”, diz Eduarda. Três delas preferem também a matemática, apenas Kaylanni escolhe Artes como sua matéria preferida.

Rede estadual retorna hoje

Nesta quinta-feira, 26, os alunos da rede estadual de educação também retornam às aulas. Na terça-feira, 24, foi oficialmente aberto o ano letivo, em evento realizado em Porto Alegre. Ao todo, são 970 mil estudantes, nas 2.568 escolas do Estado.

O governador José Ivo Sartori esteve na conferência para também passar sua mensagem aos professores. “Os alunos, com certeza, são os nossos grandes tesouros e os professores são os nossos ourives, que lapidam o nosso tesouro na sala de aula”, disse Sartori.

O governador salientou que o Estado estará sempre buscando a valorização dos professores e que é preciso haver negociação para superar as dificuldades através da negociação sobre temas recorrentes, como o pagamento do piso do magistério.

“Ninguém pode dizer que vai fazer alguma coisa se não consegue realizar. É preciso ter atitude, ter postura e ter convicção de que realmente se pode modificar esta realidade através do diálogo, porque a educação é maior do que todas as divergências”, comentou o governador.

No discurso, Sartori também ressaltou que a luta dos professores é antiga e que é preciso ir além da questão salarial para melhorar o aprendizado dos alunos.  “A valorização do professor está sim no seu salário, no que ele ganha, mas também é preciso que ele se sinta valorizado e útil naquilo que ele faz”.