Causas do incêndio na Loja Lebes seguem desconhecidas | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Causas do incêndio na Loja Lebes seguem desconhecidas

Causas do incêndio na Loja Lebes seguem desconhecidas

por Dijair Brilhantes

O motivo do incêndio que destruiu a Lojas Lebes, da Avenida Flores da Cunha segue desconhecido. Segundo o Tenente Cunha, do corpo de Bombeiros de Cachoeirinha, só será possível saber a real causa do incêndio após o laudo do Instituto Geral de Perícia. “Como não havia ninguém na loja no momento que o fogo começou, fica difícil saber os motivos”, falou o tenente.

Os bombeiros foram avisados pela central de monitoramento de vigilância da loja que o incêndio teria começado. “Era umas 3:40 da madrugada quando fomos avisados pelos vigilantes da central de monitoramento da loja, segundo eles o alarme disparou, quando o vigilante foi até o local verificar viu que se tratava de um incêndio”, explicou Cunha.

O prédio onde funcionava a loja estava com o alvará de prevenção de incêndios vencido, conforme o Corpo de Bombeiros.

Segundo o Tenente Cunha, do corpo de Bombeiros de Cachoeirinha, só será possível saber a real causa do incêndio após o laudo do Instituto Geral de Perícia

Segundo o Tenente Cunha, do corpo de Bombeiros de Cachoeirinha, só será possível saber a real causa do incêndio após o laudo do Instituto Geral de Perícia

Lojas têm constantes incêndios

Chama a atenção a quantidade de incêndios que perseguem a rede de Lojas Lebes. Em pouco mais de um ano, três lojas comerciais pegaram fogo. Em janeiro de 2014 a filial das lojas Lebes da parada 46 da Avenida Presidente Getúlio Vargas, bairro Bela Vista, em Alvorada, pegou fogo.

Em maio do mesmo ano a loja localizada na Rua Alcebíades Azeredo dos Santos, na esquina com a Rua Cirurgião Vaz Ferreira, no Centro de Viamão, também foi destruída pelas chamas.

Antes disso, em 2012, outra loja da mesma rede foi atingida por um incêndio no Centro de Montenegro. Na ocasião os bombeiros tiveram de arrombar a porta dos fundos da loja, que estava fechada, para apagar o fogo. Houve danos nos setores administrativo e de crediário.

Na madrugada de domingo foi a vez da filial de Cachoeirinha. O centro administrativo está localizado em São Jeronimo  e a empresa também conta com dois centros de distribuição, em Gravataí e Cachoeirinha. A Lebes emprega 2,7 mil pessoas em 125 filiais espalhadas pelo estado gaúcho.

FOTOS: Dijair Brilhantes / CC