Cachoeirinha registra 5º homicídio do ano | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Cachoeirinha registra 5º homicídio do ano

por Dijair Brilhantes

Execução por acerto de contas, esse seria o motivo do 5º homicídio concretizado em Cachoeirinha em 2015. “As evidências apontam para um acerto de contas, pois nada foi roubado” disse Newton Martins, delegado titular da 2º Delegacia de Polícia de Cachoeirinha.

Era 23h30 minutos da última terça-feira, 24, quando o telefone da sala de operações do 26º Batalhão Policia Militar de Cachoeirinha tocou. Do outro lado da linha, um morador do Bairro Betânia, informou que vários disparos teriam ocorrido próximo a sua casa.

Ao chegar ao local, na esquina da rua Salinas com Avenida Atlântida, os policiais encontraram um indivíduo baleado caído ao solo todo ensanguentado. Os PMs acionaram a ambulância do Samu para prestar atendimento. Ao chegar no local os socorristas constataram que o ferido não apresentava sinais vitais. A vítima identificada como Marcos Vínicius Fraga da Silva, de 40 anos, foi alvejada com pelo menos 6 tiros, quatro na região do tórax e 2 no ante braço.

Testemunhas

Conforme os moradores, Marcos dirigia uma Caminhonete Amarok, placas IQY 9740, quando teria sido abordado por dois indivíduos que estavam a pé e teriam tentado assaltar o condutor sem êxito, o que está praticamente descartado pela polícia. “A vítima estava com uma corrente e pulseira de ouro, relógio, dois celulares e cerca de 900 reais na carteira e nada foi levado, é praticamente impossível que tenha sido assalto”, disse o titular da 2ª DP.

Marcos possuía antecedentes por receptação de veículo, lesão corporal, furto de veículo, receptação de veículo, lesão corporal, homicídio, latrocínio. A vítima deveria estar em casa na hora do crime, pois estava cumprindo prisão domiciliar.

Os Pms informaram que após o acontecimento os atores do crime fugirem em direção ignorada. Até o momento não há informações de veículos ou características dos autores. O local ficou isolado para o trabalho do Instituto Geral de Perícias (IGP), o veículo apresentado na 2ª Delegacia de Polícia onde foi confeccionada a Ocorrência Policial.