Noite de incêndio no município | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Noite de incêndio no município

Noite de incêndio no município

por Dijair Brilhantes

O fim da noite de segunda-feira e a madrugada de terça-feira foram marcados por dois incêndios de grandes proporções na cidade, o primeiro deles ocorreu no Bairro Jardim do Bosque.

Era pouco mais de 23hs, quando uma das vizinhas do número 888, da Avenida Carvalho, no Bairro Jardim do Bosque, foi avisada pelo filho que a cassa ao lado estava pegando fogo. “Eu havia saído do banho quando meu filho falou que estava sentindo um cheiro de queimado. Quando subi até o andar de cima percebi que estava pegando fogo”, conta Adriana Pereira.

A moradora, vizinha da casa incendiada diz ter sido a primeira a acionar os bombeiros. “Eles vieram bem rápido, eu só telefonei, peguei meus filhos e meu cachorrinho e saímos da casa, com medo que o fogo se alastrasse”, complementa Adriana.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Cachoerinha, há indícios que o incêndio seja criminoso.

Ambiente conturbado

Segundo algumas testemunhas, um jovem que era morador da casa, seria usuário de drogas, e estaria discutido com a mãe e exigindo mil reais dela para pagar uma divida com traficantes. “Na sexta-feira eles discutiram e a Brigada Militar veio até a casa deles e amenizou. Ontem (segunda-feira) a discussão começou de novo, e ele ateou fogo na casa”, disse uma moradora do bairro que preferiu não se identificar.

Conforme os vizinhos da localidade, as brigas eram comuns na residência, seguidamente ouviam-se gritos e discussões, entre o trio. Na casa morava um casal e mais o filho. A casa ficou totalmente destruída, ninguém ficou ferido.

Vizinhos relataram que as brigas eram comuns na residência, seguidamente ouviam-se gritos e discussões.  A polícia chegou a ser acionada na última semana para apartar um desentendimento

Vizinhos relataram que as brigas eram comuns na residência, seguidamente ouviam-se gritos e discussões. A polícia chegou a ser acionada na última semana para apartar um desentendimento (crédito: Anderson Almeida/CC)

Chamas durante a madrugada

O relógio marcava 4 horas da madrugada de terça-feira, quando Ronaldo Selau Silveira e a esposa acordaram com fortes estouros. Ao olhar pela janela perceberam que a casa que ficava em frente ao seu terreno estava em chamas. O local é conhecido como Beco das Antenas, no Bairro Granja Esperança. A área é ocupada por algumas famílias de baixa renda.

“Eu moro aqui a pouco mais de um ano, e sempre foi um lugar tranquilo”, contou Ronaldo. O morador diz que na casa da frente moram dois homens que vivem pelas ruas da cidade e pouco frequentam o local. “Eles são andarilhos, poucas vezes vejo eles em casa, os vizinhos mais antigos disseram que é a terceira vez que eles põem fogo na casa”, falou Ronaldo.

Prejuízos

Ronaldo lamenta a perda de alguns objetos que estavam dentro de um pequeno galpão, que era colado na casa incendiada. “Havia alguns objetos meus do meu trabalho, eu consegui salvar duas bicicletas e uma serra que uso para trabalhar, o resto queimou tudo”, disse o morador que trabalha realizando obras e reparos residenciais.

Ronaldo lamenta que o fogo também tenha destruído algumas coisas que estavam guardadas no galpão, mas que não eram de sua propriedade. “Um casal de amigos da minha filha deixou uma geladeira, um fogão e uma pia para eu guardar, pois eles estavam indo morar com os pais, pois não conseguiram mais pagar aluguel, e perderam tudo”, falou.

Moradora da casa ao lado foi alertada pelo filho de 15 anos sobre o cheiro de queimado. Ela diz ter tido tempo apenas para pegar os dois filhos e o cachorro antes de sair da casa

Moradora da casa ao lado foi alertada pelo filho de 15 anos sobre o cheiro de queimado. Ela diz ter tido tempo apenas para pegar os dois filhos e o cachorro antes de sair da casa