Ajuda para cães comunitários | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Ajuda para cães comunitários

Ajuda para cães comunitários

por Caroline Weigel

No último domingo, 19, foi criado e oficializado em Cachoeirinha o projeto Casinhas da Cidade. “O intuito deste projeto é abrigar cães comunitários e aqueles que perambulam pelas ruas da cidade”, explica Elaine Alves Anhaia, uma das idealizadoras.

Os recursos para a instalação das casinhas vieram de doações feitas por apoiadores da causa. Nesta primeira fase, foram adquiridas 10 casinhas. Uma foi instalada na Brambila, três na praça Getúlio Vargas (praça do Poli), três em ruas diferentes do Interior 1 e mais quatro que ainda serão colocadas na Papa João XXIII e na Granja.

“Junto destas casinhas, também são colocadas faixas na cor amarela, sinalizando a comunidade e informando sobre a lei 13.193/09, que é a lei do cão comunitário”, acrescenta Elaine. Assim, há maior conscientização da população de que os cães que vivem nestes locais são protegidos por lei e que podem permanecer ali.

Ideia veio de fora

A ideia do projeto surgiu de Bagé. Lá, foi criado por uma protetora voluntária o Bagé – A Cidade das Casinhas Amarelas. “Aqui escolhemos padronizar nossas casinhas em um tamanho igual e na zoe azul, para que sejam identificadas com nosso projeto”, completa Elaine.

As mentoras deste projeto são seis amigas que fazem a feira de adoção todos os sábados em frente à Radan, no centro: Elaine, Keti Silva, Claudia, Luana Baum Sasso, Aline Waskow e Clara. ”Recebemos apoio do secretário de Meio Ambiente, Fernando Medeiros, e da própria prefeitura para que estas casinhas sejam colocadas pela cidade. Mas reitero que o projeto não tem recurso de verbas públicas, mas sim de amigos e parceiros voluntários que apoiam a causa e doam os valores”, ressalta.

Projeto é mantida por um grupo de amigas voluntárias envolvidas com a causa animal e compra das casinhas foi feita com recursos oriundos de doações, sem ajuda do poder público

Projeto é mantida por um grupo de amigas voluntárias envolvidas com a causa animal e compra das casinhas foi feita com recursos oriundos de doações, sem ajuda do poder público

“Nosso primeiro passo já foi dado, com a compra deste primeiro lote de casinhas que ainda estão sendo alocadas em pontos estratégicos  onde há cães que perambulam ou que já são comunitários, ou seja, já são mantidos e cuidados pela comunidade”, completa.

Quem quiser conhecer o projeto ou ajudar, pode acessar a página Projeto Casinhas da Cidade, no Facebook e acompanhar o trabalho das voluntárias.